12/04/2018

O foco da operação da Polícia Federal, realizada na data de hoje (12/4), afeta especificamente apuração de eventuais irregularidades em investimentos realizados em fundos de pensão, dentre eles o Serpros, conforme amplamente divulgado por esta Diretoria Executiva.

Como é de conhecimento de todos, a intervenção no Serpros, determinada pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), ocorreu no período de 2015 a 2016, com o objetivo de apurar possíveis irregularidades nos investimentos realizados no Serpros em gestões passadas (2011 a 2015).

As ações ocorridas nesta manhã são consequência do relatório final da comissão de inquérito instituída pela Previc à época e encaminhadas à Polícia Federal e ao Ministério Público Federal.

A administração do Serpros vem atuando judicialmente para minimizar as perdas decorrentes desses investimentos.

Reiteramos o firme propósito de garantir a segurança e longevidade para o Serpros, pautado no compromisso inafastável com a ética, a transparência e a diligência na gestão do patrimônio dos participantes.

Esclarecimento Diretoria Executiva – “Operação Rizoma” da Polícia Federal  
Tagged on: